segunda-feira, 19 de fevereiro de 2018

Segurança total





            A situação é crítica em relação à segurança do cidadão brasileiro, sobretudo a do morador do estado do Rio de Janeiro. O que era experiência de pessoas bem distantes, agora, praticamente todos, tem relacionamento bem próximo com alguém que sofreu um tipo de violência, desde pequenos a grandes assaltos com requintes de crueldade.
            O quadro assustador tem levado pessoas comuns e autoridades a pensarem em soluções, algumas delas, bem polêmicas, como o caso de se armar toda a população. Lembro-me de meu pai, que dizia: “Para que vou ter arma se o ladrão chega quando não estou esperando?”. Viveu 78 anos bem vividos.
            Recentemente, preguei na celebração do centenário de vida da irmã Maria Irene. Praticamente todo o tempo vivido na cidade do Rio de Janeiro. O ano de seu nascimento foi marcado pela gripe espanhola, que vitimou milhares de vidas no estado do Rio. De lá para cá, experimentou todos os tipos de lutas. E completou cem anos.
            Devemos nos prevenir, tomar as devidas precauções, lutar e apoiar iniciativas que objetivem eliminar este mal, mas não deixemos de viver. Como o salmista, podemos declarar: “Em Deus tenho posto a minha confiança; não temerei o que me possa fazer o homem” - Salmos 56.11.
            Com Deus, segurança total.

De vitória em vitória





            O casal Rael e Mara gravou a música “De vitória em vitória”.

Eu sei que a vida não é só de vitória
Existem momentos difíceis pra gente passar
Tem momentos que a gente pensa que está acabado
Você olha pra trás e diz deu tudo errado
Sozinho num canto você geme e chora

Você até procura alguém pra contar seus problemas
Alguém que te ajude, entender seus dilemas
Quanto mais se precisa, esse alguém nunca chega

O aperto que tu sentes no peito eu já senti eu sei
Mas Jesus diz: "Meu filho, eu não te abandonei,
você passou pela prova, mas agora eu cheguei,
Agora eu te pego no colo, vou te abençoar,
o que estava errado agora vou consertar
Essa luta, essa prova, hoje vai acabar".

Chegou o dia, chegou a hora, de cantar a vitória,
Seu passado, sua luta, agora virou história,
O coração que era triste agora vai se alegrar
Pois quando Jesus Cristo chega também chega a alegria
O que estava escuro agora se torna em dia
Sua vida agora é de vitória em vitória

            Você também vive uma experiência semelhante? Tristeza, desalento, sofrimento, lágrima, aflição, insegurança, dúvida, inquietação? Jesus é capaz de te carregar no colo, de te apresentar o caminho da vitória, mesmo que, humanamente, não se tenha qualquer perspectiva. Confie n’Ele.

sábado, 17 de fevereiro de 2018

Temor, não medo


“O temor do Senhor aumenta os dias; mas os anos dos ímpios serão abreviados. O temor do Senhor é uma fonte de vida, para o homem se desviar dos laços da morte. O temor do Senhor encaminha para a vida; aquele que o tem ficará satisfeito, e mal nenhum o visitará” - Provérbios 10.27, 14.27 e 19.23.

Medo nos amedronta, temor nos encoraja.
Medo nos apequena, temor nos agiganta.
Medo nos assusta, temor nos assiste.
Medo nos cansa, temor nos descansa.
Medo nos agita, temor nos acalma.
Medo nos machuca, temor nos cura.
Medo nos agride, temor nos protege.
Medo nos enfeia, temor nos embeleza.
Medo nos entristece, temor nos alegra.
Medo nos arma, temor nos desarma.
Medo nos faz esconder, temor nos faz aparecer.
Medo nos destrói, temor nos constrói.
Medo é noite escura, temor é manhã radiante.
Medo é desconfiança, temor é confiança.
Medo é tristeza, temor é alegria.
Medo é guerra, temor é paz.
Medo é doença, temor é remédio.
Medo é lei, temor é graça.
Medo é morte, temor é vida.

I João 4.18, na versão NVI, registra: “No amor não há medo; pelo contrário o perfeito amor expulsa o medo, porque o medo supõe castigo. Aquele que tem medo não está aperfeiçoado no amor”.

Tema a Deus, mas não tenha medo d’Ele.